Cobrar o paciente na entrada ou na saída?

Cobrar o paciente na entrada ou na saída

Cobrança é um grande problema em muitas clínicas. Todo profissional quer ofertar o melhor tratamento com o mínimo de incômodo para seus pacientes/clientes e a hora da cobrança pode ser um stress se não for bem executada.

A falta de um processo claro ou de treinamento da equipe pode demonstrar desorganização ou uma atitude ríspida. Já visitei clínicas que terminavam o mês sem receber metade do que haviam previsto. Como sobreviver desta forma? Há custos altíssimos envolvidos em um tratamento, desde os custos fixos (aluguel, funcionários…) até os variáveis (laboratórios, dental…).

Então, o que fazer?!?

  1. Apresente o plano de tratamento e já combine a forma de pagamento. Conta sem data de vencimento nunca será paga!
  2. Tenha diversas formas de pagamento e parcelamento. Receba no ato do fechamento do tratamento.
  3. Evite receber por procedimento, pois este é o principal motivo de desmarcação e faltas nas consultas.

Mas, e se o cliente reclamar?

Explique que é o procedimento da clínica para que o tratamento seja realizado de acordo com o proposto. Nenhum cliente com boas intenções se incomoda de pagar.

Apresente o plano de tratamento e encaminhe para que sua equipe faça o recebimento e agendamento.

Muito sucesso!

 

Profª Gleice Oliveira

cursos@aconsultora.com.br